Informação!

Observe ao lado direito, abaixo da área do membro, as categorias em que os textos estão organizados.

A Área do Membro pode ser observada ao lado direito, abaixo da caixa de pesquisa. Utilize livremente.

Abaixo dessa mensagem de informação, poderá ler os textos.

Torne-se um colaborador/ colunista fixo do IDCMEE! Saiba mais clicando aqui!

Não esqueça de visitar a Comunidade Consciência Astral/ IDCMEE/ TE, um espaço de convívio espiritual interativo.

Registre-se na nossa comunidade! Faça parte do Templo dos Espíritos!

Saiba mais sobre ser um membro registrado.

Obrigado pela sua atenção.

IDCMEE.

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

A Nossa Pequena Grandeza Cósmica

Ser Humano!


Namastê!

Que imensidão que me assiste a escrever este texto! Que imensidão o assiste a lê-lo! Imensidão que nos pertence mas que nos tem como “peças”. Estamos em casa enquanto um pássaro vê a nossa casa como um “grão”. Apesar de sermos pequenos na visão de um pássaro que voa alto, para nós somos maiores, para nós a nossa casa não é pequena. É tudo uma questão de perspectiva. Os astronautas olham pela nave e vêem uma bola azul enorme, tal como o pássaro nos viu pequenos. A distância e a posição transformam a nossa visão.

Todas manhãs os raios dourados iluminam tudo e espelha nas águas do Mar o seu brilho. Em algures derramam-se lágrimas que nos banham; noutros lugares puxam-se os lábios para formar um sorriso; alguns morrem; outros matam; felizmente ainda há os que salvam. Brigas, guerras, homicídios, alegrias, fomes, amor, desentendimento e harmonias... são os acontecimentos que ocorrem na imensidão da qual somos uma minúscula parte. Nós somos grandes dentro de nosso tamanho físico no Cosmos (imensidão). Somos partes desta imensidão e juntos a formamos. Ser humano é criar e destruir vivendo perto do perigo que uma gota de água pode possuir. Mas que perigo uma gota de água pode representar; que diferença uma gota de água pode fazer. Numa pia cheia de água é necessário apenas uma gota de água para que transborde e para que a realidade mude automaticamente. Por que será que nos desentendemos com tanta facilidade? Por que será que amamos com medo? Por que será que temos medo do desconhecido e da mudança? É porque somos humanos; somos frágeis e basta uma gota de água para nos sentirmos “ameaçados”.


Recebi um vídeo que me inspirou a escrever este texto. Aconselho que o assista com atenção e “desbloqueio geral”.

Pálido Ponto Azul

video

O menor sempre será maior, pois um deserto é feito de grãos de areia e basta retirarmos um grão de areia para que aquele deserto não seja mais o mesmo. O que é grande são as partes do Todo. O que é grande num deserto são os grãos de areia e não o deserto em si. O deserto é um resultado/imagem resultante da união destes pequenos grandes grãos de areia. Nós somos os pequenos grandes grãos que através do Amor, da Harmonia, da Paz, da Humildade e da Alegria nos unimos dando a vida a este pálido ponto azul do Universo. Ser um grão é ser humano!

Muita Luz!

Rafael.

______________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja um membro registrado do IDCMEE!

Namastê!

Quer participar da Comunidade Consciência Astral/ IDCMEE/ TE em tempo real?

Registre-se na nossa comunidade!

Faça parte do Templo dos Espíritos!

Saiba mais sobre ser um membro registrado.

Novidades no Email!

Namastê caros leitores!

Se estiverem interessados em receber um email avisando sobre as atualizações do IDCMEE (novos textos, mensagens, informações, categorias, etc), por favor envie um email para conscienciastral@gmail.com e passará a receber as novidades diretamente na sua caixa de entrada.

Torne-se um colaborador/ colunista fixo do IDCMEE! Saiba mais clicando aqui!

Obrigado pela sua atenção.

IDCMEE.