Informação!

Observe ao lado direito, abaixo da área do membro, as categorias em que os textos estão organizados.

A Área do Membro pode ser observada ao lado direito, abaixo da caixa de pesquisa. Utilize livremente.

Abaixo dessa mensagem de informação, poderá ler os textos.

Torne-se um colaborador/ colunista fixo do IDCMEE! Saiba mais clicando aqui!

Não esqueça de visitar a Comunidade Consciência Astral/ IDCMEE/ TE, um espaço de convívio espiritual interativo.

Registre-se na nossa comunidade! Faça parte do Templo dos Espíritos!

Saiba mais sobre ser um membro registrado.

Obrigado pela sua atenção.

IDCMEE.

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Relatos Projetivos de Amigos do GVA

Experiências Fora do Corpo...

Namastê!

O IDCMEE recebeu uma excelente sugestão de um amigo do GVA, o Rodrigo Terra JF, e resolveu criar um espaço no IDCMEE para todos os memebros do GVA postarem seus relatos projetivos. O objetivo do Templo dos Espíritos sempre foi construir uma fonte de conhecimentos partilhada. Isso exige a participação de projetores e pesquisadores. Todos aqueles que pesquisam as EFC's podem publicar no IDCMEE os resultados de suas experiências e pesquisas enviando um email para conscienciastral@gmail.com com o nome e, se quiser, o local onde mora (sem detalhes).



Amigos projetores do fórum GVA, quantos conhecimentos partilhamos! É uma honra poder partilhar experiências extracorpóreas com vocês. Espero os vossos relatos e postarei os meus quanto tiver.

Agradeço desde já as contribuições e participações.

Relatos Projetivos dos Amigos do GVA

> Sonho Lúcido (por Rodrigo Terra)
> Exoprojeção - Viagem a Lua (por Luan) - NOVO!
> Um Ser Estranho (por Son/ Alexandre) - NOVO!
> Esperando o seu relato! - Brevemente mais!


Muita luz, paz e lucidez!

Rafael.
____________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

Os Cegos e O Elefante

Reconhecendo no Escuro...

Namastê!

Existe uma antiga fábula ou lenda indiana que nos faz refletir sobre o julgamento que costumamos fazer diariamente. O elefante é um animal grande em tamanho e memória e bastante comum na Índia. Durante a vida, gastamos muita energia classificando tudo aquilo com que temos contato, como se fóssemos perfeitos em julgamento. De tanto julgar, acabamos julgados. Julgamos no escuro da mesma forma como julgamos de olhos físicos abertos. Quem muito julga, perde tempo de vida.

O IDCMEE traz essa pequena história, revelando ao leitor a imperfeição do julgamento humano e as suas consequências. Leia com carinho e discernimento. A mente aberta é fundamental para recebermos mensagens. Algumas vezes deixamos passar lindas mensagens por falta de atenção e por padrões de pensamento que enquadram e aprisionam o conhecimento que ainda está longe de estar maduro.

Agradeço ainda ao IVA que permitiu o meu primeiro contato com essa fábula indiana.

Os Cegos e O Elefante



Era uma vez seis amigos, todos cegos, que moravam na Índia - terra dos maiores animais da terra, os elefantes. Naturalmente, sendo cegos, os amigos não tinham a menor idéia de como era um elefante.

Um dia estavam sentados, conversando, quando escutaram um grande urro.
- Acho que está passando um elefante na rua. (Disse um deles).
- Então, é nossa chance de descobrir que tipo de criatura é esse tal de elefante. ( Disse outro).
E foram todos para a rua.
O primeiro cego esticou o braço e tocou na orelha do elefante.
- Ah! - Disse para si mesmo -, o elefante é uma coisa áspera, espalhada. É como um tapete.
O segundo cego pegou na tromba.
“Agora entendo”, pensou. “O elefante é uma coisa cumprida e redonda. É como uma cobra gigante”.
O terceiro cego pegou uma perna do elefante.
- Bom, eu jamais iria adivinhar! - espantou-se. - O elefante é alto e forte, igual a uma árvore.
O quarto cego pegou ao lado da barriga do elefante.
“Agora eu sei”, pensou. “O elefante é largo e liso, como uma parede”.
O quinto cego colocou a mão numa das presas.
- O elefante é um animal duro, pontudo, como uma lança - decidiu ele.
O sexto cego pegou no rabo do elefante.
- Ora, ora! - decepcionou-se. - Pode urrar bem forte, mas esse tal de elefante é apenas uma coisinha igual a uma cordinha fina!
Em seguida, sentaram-se juntos novamente, para conversarem sobre o elefante.
- Ele é áspero e espalhado, como um tapete! - disse o primeiro.
- Não, nada disso: ele é cumprido e roliço, como uma cobra - disse o segundo.
- Não fale uma bobagem dessas! - riu o terceiro. - Ele é alto e firme, como uma árvore!
- Ah, nada disso . resmungou o quarto. - Ele é largo e liso, como uma parede.
- Duro e pontudo, como uma lança! - gritou quinto.
- Fininho e cumprido, como uma cordinha! - berrou o sexto.
E aí começaram a brigar. Cada um insistia que tinha razão. Afinal, não o haviam tocado com as próprias mãos?
O dono do elefante ouviu a gritaria e chegou perto para ver que confusão era aquela.

- Cada um de vocês está certo, mas cada um de vocês está errado também - falou ele. - Um homem sozinho não consegue saber toda a verdade, só uma pequena parte. Porém, se trabalharmos juntos, cada um contribuindo com a sua parte para a formação do todo, aí sim poderemos obter sabedoria.

Em qualquer linha de pensamento, desde as Ciências a Arte, devemos evitar o julgamento e experimentar ao máximo.

Muita luz, paz e lucidez!

Rafael.
_________________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

Feitiço para Afastar Falsos Amigos

Amizade Falsa, é Inimizade Camuflada... É Ilusão!

Namastê!

O IDCMEE regressa, publicando mais um feitiço que será útil para os bruxos e bruxas (ocultistas) ou pessoas sem conhecimento ocultista que queiram afastar pessoas que demonstram uma amizade, porém, falsa. Não esqueçam jamais que todo feitiço possui uma repercussão e efeitos secundários indesejáveis e inesperados. Então, pratique feitiços com responsabilidade, maturidade e discernimento.


Feitiço para Afastar Falsos Amigos


Objetivo: Afastar pessoas falsas.

Descrição: Execução de baixa dificuldade.

Nível de dificuldade: Fácil.

Você precisará de:
- 1 flor de pessegueiro;
- 3 litros de água;
- 1 folha de capim cidreira;
- 3 gotas de essência de lavanda;

Procedimento:

Ferva a água e desligue o fogo. Adicione a flor, a cidreira e as três gotas de lavanda. Abafe por cinco minutos. Deixe esfriar ou amornar, como preferir.

Primeiro tome um banho normal, depois coloque esta mistura numa bacia ou banheira, completando com água limpa. Banhe-se com sete imersões, apenas do pesco o para baixo, depois enfie sete vezes a cabeça dentro dessa água. Seque naturalmente.

Se quiser partilhar um feitiço que conheça conosco, nos envie para conscienciastral@gmail.com e postaremos brevemente no IDCMEE. Desde já agradecemos a vossa participação e visita.

Muita luz, paz e lucidez!

Rafael.

____________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Os Mantras

Alavanca da Mente...

Namastê!

Após regressar de Paris, inicio um novo tema: os mantras. Há muito para ser dito sobre os mantras, porém não possuímos todas as verdades, nem todos os conhecimentos. Pedimos com carinho a contribuição de todos os leitores para fazermos um índice de mantras com explicação e instrução de pronúncia. Aos poucos teremos uma rica fonte de informação sobre mantras que ajudará muitos pesquisadores.



O IDCMEE pretende aprender e ensinar. Então, participem para que este blogue se torne ainda mais completo. O Templo dos Espíritos funciona como um fórum; sem a vossa participação ele fica fraco e perdido. Contribuam sempre que puderem.

Mantras - A Palavra Energética

A palavra mantra resulta do sânscrito Man (Mente) e Tra (Alavanca), revelando a verdadeira função dos mantras. Os mantras são sílabas ou poemas religiosos normalmente em sânscrito que foram originados do hinduísmo apesar de também serem utilizados no budismo e jainismo.

Há pessoas que pensam que os mantras são sílabas ou poemas milagrosos que ao serem entoados trazem a realização de determinados desejos e necessidades. Entretanto, poucos pensam no mecanismo dos mantras. O primeiro pensamento intrigante nos faz buscar uma resposta racional que explique como uma palavra, uma sílaba, pode ter tanto poder ao ser entoada. Não podemos nos prender inteiramente a racionalidade pois ela é uma característica humana, logo limitada. Devemos compreender as coisas com os nossos sentimentos e sentidos extrafísicos para obter um maior esclarecimento.

Um mantra é um som, uma palavra, uma sílaba, um conjunto de sons, mas sobretudo sentimento e pensamento, ou seja, um motor que inicia o movimento de energias. Diversas filosofias e ideologias defendem que todo mantra possui a capacidade de transformar aqueles que os utilizam. Porém, as transformações são alcançadas sempre pela pessoa e não pelo mantra. Não serve de nada entoar o mantra como uma máquina. É necessário sentir o mantra pois ele lhe ajudará a movimentar as suas energias na sua transformação e potencialização espiritual.

Um pesquisador de EFC's (Experiências Fora do Corpo) pode utilizar os mantras se quiser. Mas nunca deve permitir a sua auto-escravização, tornando os mantras em amuletos de potencialização espiritual viciada. A transformação dada pela utilização de um mantra pode ser negativa se o espírito não souber utilizar o mantra. Qualquer coisa pode ser positiva e negativa. Depende de quem se relaciona com e da forma como mantém o relacionamento. Então, lembre sempre de ter discernimento, responsabilidade e maturidade na vivência física ou extrafísica.

O pensamento é energia que frequentemente conduz os nossos atos. Entoar um mantra é movimentar as energias pela sua vontade e fé, iniciando uma mudança de padrão vibratório que possibilite acessar algo que você procura. Pode brincar os mantras. O importante é que você os use sorrindo, com o coração aberto e livre da prisão da mente envenenada por preconceitos e programações. A liberdade se alcança dentro de nós primeiro e depois se estende aos outros.

O mecanismo de funcionamento dos mantras será tratado dentro desta categoria juntamente com alguns mantras. Estude bastante e com mente aberta e partilhe conosco os seus conhecimentos.

Textos Teóricos

> O Mecanismo de Funcionamento dos Mantras
> Repercussões de um Mantra
> Relação de Escravização

Mantras

> Brevemente mais mantras.


Muita luz, paz e lucidez!

Rafael.
____________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

sábado, 25 de julho de 2009

Expulsando Entidades de Má Sorte

Proteja a sua Sorte e se Deixe Brilhar!

Namastê!

O IDCMEE encontrou mais um feitiço no site bruxaria.net e, respeitando todos os direitos autorais, está publicando aqui no Templo dos Espíritos.

É muito comum sermos visitados por entidades de má sorte, mesmo sem ter a menor intenção. Assim, é recomendável realizar, ao menos duas vezes por ano, este pequeno ritual de banimento de tais entidades para assim livrar a sua casa de energias negativas.

Feitiço Para Expulsar Entidades de Baixas Vibrações

Fase da Lua: Minguante

Ingredientes:
- pires com sal
- incensos de patchuli ou olíbano
- um talismã

Procedimento:

Para saber a melhor época de realizar este ritual, confie em sua intuição. Se sentir que o ambiente anda carregado, precisando de uma “mãozinha” sua, então o faça, mesmo que ainda não seja lua minguante. Porém, se puder esperar, é o período ideal. Nossa casa é nosso ambiente familiar e a primeira providência é limpar tais vibrações dela.

Assim, pegue um punhado de sal em sua mão e cubre-a com a outra mão, pedindo bênçãos aos deuses. Peça que lhe ajudem nesta limpeza espiritual.

Salpique um pouco de sal em cada canto dos cômodos e armários da sua casa e, quando terminar, tome um banho com um pouco do sal que sobrou na água. Isso ajuda a limpar a sua aura, mesmo sendo uma ação física.

Para evitar o retorno de tais criaturas, queime os incensos durante três dias e peça às entidades de boa sorte para que entrem em sua casa e em sua vida. Um vazio seria indesejável, pois atrairia de volta aquilo que você expulsou.

Como uma precaução final, escolha um talismã para você usar junto a você, ou um talismã para a sua casa. Passe-o pela fumaça do incenso antes de usar. Pode ser qualquer coisa, desde um pentagrama até um cristal.

Limpe-o periodicamente passando-o pela fumaça do incenso para livrá-lo das vibrações negativas que possa ter absorvido com o passar do tempo.

Se quiser acrescentar mais alguma informação, pode deixar um comentário ou enviar um email para conscienciastral@gmail.com e aguardar a resposta. Contribua com o IDCMEE!

Muita luz, paz e amor!

Rafael.

_________________________
Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)
Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

Feitiço de Controle da Raiva


Um Veneno de Autodestruição Deve Ser Afastado!

Namastê!

O ser humano é simples quando se desprende de certas prisões. Porém, ele também abriga determinados sentimentos antievolutivos que contribuem para a sua autodestruição. Tudo aquilo que ele realmente quer e ama é afastado dele pela raiva, pelo ódio, pela inveja, entre outros sentimentos com os quais temos que lidar enquanto estivermos encarnados aqui na Terra.

Entretanto, o IDCMEE encontrou um feitiço para controlar a raiva. Esperamos que ele seja útil para todos aqueles que exploram os potênciais espirituais e o ocultismo. Controle a sua raiva com maturidade e responsabilidade.

Feitiço Para Controlar a Raiva

Fase da Lua: Minguante

Ingredientes:

- uma pedra negra de qualquer espécie;

Este feitiço pode ser feito apenas perto de água corrente (mar, rio, riacho). Se quiser, pode lançar o círculo. Se não, apenas visualize em volta de você um círculo de luz que lhe protege.

Procedimento:

Segure a pedra em suas mãos eleve-a até a altura do seu rosto, com os braços esticados.

Feche os olhos e concentre-se. Projete toda a raiva que está sentindo naquela pedra.

A seguir, com toda a sua força, jogue a pedra para fora do círculo, na água, e diga:

Com esta pedra, a raiva vai embora
Água, segure a pedra, para ninguém nunca a achar.

Encerre o poder e abra o círculo.

Feitiço retirado do site Bruxaria.net. Todos os direitos respeitados.

Mais um feitiço publicado pelo IDCMEE! É um feitiço bem simples e eficaz. Não brinque com ele! Utilize a sua espiritualidade com responsabilidade e discernimento. Se quiser dizer alguma coisa, deixe o seu comentário. Obrigado por visitar o IDCMEE! Estamos com você na construção deste espaço espiritual.

Para contribuir com textos adequados ao blogue, pode enviar para conscienciastral@gmail.com e esperar pela publicação.

Muita luz, paz e amor!

Rafael.

_________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)
Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

Feitiço de Proteção Física e Espiritual


Dia e Noite, Proteção dos Deuses!

Namastê!

O IDCMEE regressou e está disponibilizando hoje um feitiço de proteção física e espiritual. Para aqueles que já leram sobre os elementais e os elementos, a compreensão do processo do feitiço será relativamente fácil. Poderá surgir algumas dúvidas. Neste caso, pode entrar em contato conosco ou pesquisar.


As palavras, os pensamentos e toda energia em movimento possui uma vibração e uma força natural. Os feitiços não serão iguais aos fictícios. Serão reais! Então, peço que tenho carinho, maturidade e responsabilidade ao executá-los.Não se esqueça que a concentração e a vontade são os ingredientes mais importantes para qualquer feitiço.

Feitiço de Proteção Física e Espiritual

Fase da Lua: Minguante

Ingredientes:
- seu bastão
- sementes de mostarda
- três velas vermelhas

Este feitiço deve ser feito em lugar aberto.

Lance o círculo e coloque as três velas sobre o altar, representando a Deusa Tríplice. Acenda-as, pedindo bênçãos aos deuses, assim como proteção e o afastamento de toda a negatividade que está em seu corpo físico e espiritual.

Pegue um punhado das sementes de mostarda, esfregue-as em seu corpo e em seguida jogue-as em direção ao norte, dizendo:

Peço ajuda aos senhores da Terra, encaminhando o mal que está em meu corpo físico e espiritual.

Faça o mesmo com outro punhado de sementes, desta vez jogando-as ao Leste:

Peço ajuda aos senhores do Ar, encaminhando o mal que está em meu corpo físico e espiritual.

Jogue um punhado em direção ao Sul e diga:

Peço ajuda aos senhores do Fogo, encaminhando o mal que está em meu corpo físico e espiritual.

Jogue um punhado em direção ao Oeste e diga:

Peço ajuda aos senhores da Água, encaminhando o mal que está em meu corpo físico e espiritual.

Eleve seu bastão e diga:

Eu peço ajuda e proteção aos poderes do céu.

Toque o bastão no chão e diga:

Peço ajuda e proteção aos poderes da Terra.

Trace um pentagrama invocante no ar com o seu bastão, enquanto diz:

Eu invoco os poderes da Deusa e do Deus para que me protejam de toda negatividade.
A partir de agora nada poderá me atingir.
Que assim seja e que assim se faça, pelo bem de todos!

Sinta-se protegido pela força dos deuses. Quando tiver terminado, apague as velas e abra o círculo.


Feitiço retirado do site Bruxaria.net. Todos os direitos respeitados.

Quer dizer alguma coisa sobre este feitiço? Então deixe um comentário! Se quiser enviar um feitiço que conheça, envie para conscienciastral@gmail.com e responderemos o mais brevemente possível.

Muita luz, paz e amor!

Rafael.

_________________________
Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)
Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Frases Sábias

Sabedoria em Palavras de Frases Simples

Namastê!

O IDCMEE fundou uma nova categoria que possibilita difundir frases sábias antigas e frases sábias recentes. Não é um espaço doutrinário, onde trabalhamos com frases limitadas por certas religiões ou filosofias. É um espaço para disponibilizarmos as nossas frases. Sabemos que a experiência leva a sabedoria e que as palavras podem traduzi-las em conteúdo essencial.


Cada palavra possui energia, assim como tudo no universo. Nos envie as suas palavras e os seus ensinamentos. Respeite a opinião dos outros e envie frases gerais e espiritualmente profundas. Se a frase não for adequada para o tema do IDCMEE, ela será ignorada. As suas frases podem ser enviadas para conscienciastral@gmail.com com o assunto "Frase Sábia", nome (pode ocultar se preferir) e nacionalidade (opcional).

Estamos esperando a sua participação.

Frases Sábias:

> "Vencer a si próprio é a maior das vitórias." (Platão)

> "A vida não é separada da morte. Só parece ser." (Blackfoot)

>
"Dobrar os joelhos não é o mesmo que curvar o ego." (Anônimo)

>
"Não existe morte, somente uma mudança de mundos." (Duwamish)

>
"A perfeição não é o extremo mas o meio." (Rafael)

>
"A perfeição não é um destino mas sim um caminho." (Rafael)

>
"Ao término do jogo, o peão e o rei voltam para a mesma caixa." (Anônimo)

> "O fim é sempre o início de algo novo." (Rafael)

> "A Arte é a expressão de um estado de espírito e não pode ser julgada, apenas vivenciada." (Rafael)

> "A inveja é fome espiritual." (Autor desconhecido)

> "O pior cego é aquele que não quer enxergar." (Autor desconhecido)

> "Aquele que tanto julga, acaba julgado." (Rafael)

> "O bom não é ser importante, o importante é ser bom!" (Autor desconhecido)

> "No mundo, existem muitos iniciados e poucos acabados." (Lee Jun Fan)

> "Deus me leva a agir como obstetra, mas me interdita de gerar." (Platão)

> "Caminhante, não há caminho. O caminho é feito ao andar..." (Antonio Machado)

> "A sabedoria surge para o buscador como um relâmpago que rasga o breu da noite revelando o oculto para aquele que está atento; depois se recolhe rapidamente, mas deixa o ribombar da lembrança que chacoalha seus átomos para registrar sua passagem na memória de seu íntimo." (Kheóps)

> "Duas coisas atormentam o buscador autêntico: a verdade e a liberdade; conhecendo-se a primeira se chega à segunda, mas, assim como a subjetividade atravessa aquela, a escolha desta compete também a cada um, de forma tal que se volta ao gênese: a verdade e a liberdade são individuais e íntimas." (Kheóps)

> "A humanidade está presa e perdida em questionamentos profundos e filosofais que não conduzem e nem explicam. Melhor seria se ater a uma única pergunta: quem sou? Sabendo-se quem é, sabe-se o COMO, o QUANDO e o PORQUÊ!" (Kheóps)

> "Andando, tropeçando e seguindo em frente." (Rafael)

> "Amadurecer, cair, brotar." ("Rapaduraman" do GVA)

Estamos esperando a sua frase! Nos envie!

Observação:
Os direitos autorais serão respeitados de acordo com a identificação do autor enviada pela contribuidor do IDCMEE. Caso verifique que o autor está errado, nos avise enviando um comentário e consertaremos.

Muita luz, paz e lucidez!

Rafael.

____________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

Caminhando... (Poema/ Mensagem)

O Caminho em Nós, Em Nós Caminhamos...

Namastê!

Essa é uma pequena mensagem poética escrita por mim no GVA há algum tempo. Muitas vezes pensamos em nosso caminho, em nossa origem e em nosso destino. Sentimos que temos um propósito, uma missão. Essa pequeno poema fala disso e explora o assunto com carinho.



Aproveitem a leitura e envie para o IDCMEE os seus textos e mensagens também. Partilhe para aumentar a luz nesse blogue.

Caminhando... (Título original: "Poema Instantâneo")

De passo em passo se constrói um caminho.
Um caminho infinito rumo ao destino.
O destino tão construtivo que percorremos.
Pelo Amor, Pelo Ódio,
Pela Humildade, Pela Vaidade,
Chagamos em nós mesmos,
Seja com complicações, seja com simplicidade.
E só resta um reflexo sincero,
O reflexo daquilo que somos,
O brilho da alma em nossos olhos,
A explosão das ilusões em tomamos banhos,
O fundo real de nossos sonhos.

Estamos esperando a sua participação! Envie poemas, textos, mensagens e sugestões. O IDCMEE agradece.

Muita luz, paz e lucidez!

Rafael.

____________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

sábado, 11 de julho de 2009

Feitiço de Proteção e Limpeza

Fora e Dentro, Recuso o Convite...

Namastê!

Somos frequentemente visitados por espíritos de energias densas e com más intenções. Nossa casa, nosso lar, é o local onde descansamos, relaxamos, nos relacionamos com a nossa família e com o nosso íntimo. Espíritos mal intencionados odem perturbar.

Porém, você pode criar a sua proteção energética que impedirá a invasão de espíritos mal intencionados. Mas lembre que um feitiço não é uma brincadeira! Só faça um feitiço se realmente for necessário. Tudo que fazemos possui um preço, uma consequência. Avalie bem e não saia fazendo qualquer feitiço. Reflita e use os feitiços com responsabilidade, maturidade e discernimento.


Proteção Energética e Espiritual - Expulsando Espíritos Mal Intencionados


Objetivo:
limpar o ambiente e afastar energias negativas e espíritos mal intencionados (Proteção energética e espiritual).

Descrição: trabalhoso.

Procedimento:

Procure um local calmo da casa. Esse local será o seu santuário para o feitiço. Se você possuir um altar, utilize ele. Acenda incensos de olíbano e ponha um em cada divisão da casa. É importante fazer isso ao amanhecer e você deve estar com as energias trabalhadas. Caso elas não estejam trabalhadas, sente e movimente as suas energias pelo seu corpo dando a elas uma soltura saudável e limpando o seu campo energético de impurezas, pontos de densidade. E não faça o feitiço se estiver cansado. Durma cedo para poder acordar ao amanhecer e praticar o feitiço.

Após espalhar os incensos acesos pela casa, ponha um no seu altar, na sua frente. Se for possível realizar o feitiço virado de frente para leste, seria melhor. Coloque na mesa do altar um amor-perfeito ou mirra ou violeta ou olíbano ou verbena. Deixando as suas mãos sobre a(s) planta(s) como se elas fossem uma fogueira pronta para aquecer, feche os olhos e visualize uma energia saindo da sua mão para a(s) planta(s) e repita de três à cinco vezes em voz alta ou sussurando com vontade intensa:

Águias e Silfos despertam,
Energia amarela levanta,
A negatividade se afasta,

Sai desse lar, saia de nós,
Siga o passáro lá fora que canta.

Depois, se concentre ainda mais e diga quantas vezes quiser: Dentro ou Fora, Recuso o Convite; Saia daqui em paz e não volte mais! Abra os olhos e acenda quatro velas à volta da(s) planta(s): uma azul, uma violeta, uma branca e uma vermelha. Feche os olhos novamente e com as janelas abertas, visualize toda a negatividade saindo com a brisa, com os silfos, com o ar. Respire fundo o incenso de líbano e sinta a brisa limpando a energia do ambiente. Depois de um tempo, exteriorize energias sutis, de paz, de amor, e visualize essa energia ficando no ambiente após a limpeza feita pelo ar. A sua casa está leve e com um bom astral agora.

Calmamente, visualize um anel de luz cercando a sua casa e ele vai brilhando uma luz branca bonita e forte. Deixe o anel brilhar bastante. Quando o anel estiver brilhante e sendo viasualizado com detalhes, abra os olhos e acenda um incenso de sándalo. Segurando o incenso de sándalo, caminhe pela casam com leveza. No fim da caminhada, deixe o incenso de sándalo queimando ao lado das velas e do incenso de olíbano (no seu altar). O feitiço está feito.
Não é um feitiço fácil, mas é eficaz se for feito com muita energia, concentração e vontade.

Os principais ingredientes são exatamanete a energia, a concentração e a vontade.

Qualquer feitiço pode ter efeitos secundários não muito agradáveis. Por isso faça esse feitiço com amor e carinho. Não utilize ele por capricho ou de forma irresponsável. É um feitiço simples de proteção.

O IDCMEE não se responsabiliza por qualquer efeito secundário do feitiço. Faça ele com carinho e maturidade. Continue seus estudos e pesquisas. Brevemente postaremos mais feitiços. Se possuir algum feitiço, nos envie para conscienciastral@gmail.com e aguarde pela aprovação que permitirá a publicação. Agradecemos muito a participação de todos no IDCMEE.

Muita luz, paz, amor e lucidez!

Rafael.

____________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.


sexta-feira, 10 de julho de 2009

Os 4 Elementos e Os Elementais - As Essências (Complemento)

O Equilíbrio e a Personificação da Natureza...

Namastê!

Mais um texto sobre os elementos existentes na Natureza está sendo disponibilizado para todos que lêem esse blogue - mesmo que não sejam pesquisadores ou praticantes do ocultismo. O IDCMEE disponibiliza os textos e vocês os pedem. Por isso, se desejam um texto sobre um asunto específico, peçam e colaborem. Leia o texto que se segue com muita atenção pois ele é muito importante e básico para o aprendizado do ocultismo.


Os 4 Elementos (Complemento)

A Natureza é o resultado de uma química que ocorre na interação entre os elementos estruturais básicos que a forma. Encarem a Natureza como uma poção. Ela é constituída por elementos que estão sempre presentes e são fundamentais para o funcionamento equilibrado e real.

Se ignorarmos o mundo material, tudo que veremos será uma egrégora energética com infinitas vibrações, sentimentos, pensamentos e desejos. A essência da existência e da Natureza é uma energia pura e complexa que percorre os espíritos. Essa energia é quente, é fria, é pesada, é leve, ela é o Todo. Através da condensação e do movimento, essa essência pode se manifestar através de corpos materiais, podendo mostrar os seus conteúdos (o frio, a raiva, o amor, o calor). A menifestação dessa energia deixa também rastros energéticos e permite a mudança através da renovação e do movimento.

É importante destacar que o energy status da energia primordial não revela apenas o existente mas também o inexistente. Analisando um caso concreto, sabemos que o frio não existe; ele é apenas a consequência da ausência de calor. Outro exemplo é o escuro; ele não existe, mas representa a falta de luz. A observação destes casos concretos nos permite concluir que sendo a energia primordial a existência e inexistência sem meios densos de expressão para se manifestarem (considerando que o mundo material ainda não se formara), a inexistência extrafísica resulta da ausência de um corpo extrafísico existente. Retomando os exemplos expostos, o frio em uma dimensão física resulta de uma energy negativa à energia que se manifesta sob a forma de calor. O escuro resulta de uma parte da energia primordial que se manifesta pela ausência da sua energia negativa.

A Natureza física é a manifestação da essência da energia personificada. Quando vemos uma rosa vermelha, podemos saber que a sua cor é a manifestação da essência imaterial de uma energia pertencente à energia primordial. A essência energética é designada por energy status por ser o estado da energia manifestada.

"Estou confuso. Do que se trata exatamente a essência?"

Resposta: A essência é o padrão de energia que um corpo personifica.

Um modo mais simples de explicar é dizer que a essência da energia primordial é o código genético das realidades energéticas quer estejam em um estado denso ou em um estado mais sutil. Um programa informático não é apenas os gráficos que apresentam. Os gráficos e funções que um programa informático possui resulta de um conjunto de códigos, letras, símbolos e números.


A essência é a programação das realidades e dimensões. Os portais dimensionais surgem através do movimento dos códigos dessa programação que rasga a realidade possibilitando a conexão entre dimensões. De uma forma simples, podemos dizer que tudo é energia. É incrível, mas não existe grande diferença entre preto e branco, só a essência (energy status) pois eles são energia. A distinção existe pela lei universal da dualidade ("Uma moeda não possui só um lado"), pela diferença da natureza energética, da essência. O Universo precisa seguir leis de lógica para funcionar e a lei da dualidade deve ser respeitada, pelo que se tudo é igual (por ser energia primordial), tudo deve ser diferente (pelas diferentes essências que existem). Só assim encontramos o equilíbrio e só pelo equilíbrio a existência eterna espiritual é possível: "Nada se destrói, tudo se transforma."

As quatro manifestações físicas/ materiais estruturais da energia primordial são os quatro elementos que constituem todo o mundo material. Os 4 elementos principais são: terra, fogo, ar e água. O próprio corpo humano tem, em si, todos os elementos: terra (nossos ossos), água (sangue), ar (que respiramos) e fogo (nossa energia). Devemos aprender como mantê-los em harmonia. O caminho que nos conecta com tudo e todos intimamente é o do meio, o equilíbrio. Apesar dos quatro elementos parecerem simples, eles são bem complexos. Devemos saber trabalhar com todos.

O IDCMEE já publicou textos sobre cada elemento e os seus elementais. A quintessência, o éter, é o quinto elemento, a quinta essência básica que estrutura a Natureza na qual vivemos no mundo físico/ material. O quinto elemento só pode ser acessado através do equilíbrio das quatro essências principais - "O equilíbrio é a chave, nós somos o trinco."

A quintessência só será alcançada quando todos os outros elementos estiverem em equilíbrio.

O equilíbrio nos é mostrado pela Natureza há muito tempo. Vemos o nascer, o crescer e o morrer e todos os seres vivos interagindo com o ambiente onde vivem tecendo uma verdadeira teia que nos engloba todos. Com o passar das gerações, a humanidade foi se afastando cada vez mais da vida natural e se aglomerando em cidades de concreto, o que fez os humanos se desligarem quase completamente da Natureza. Os elementos são maravilhosamente simples, mas incrivelmente complexos.

Os Elementais

Trabalhar com os elementos e equilibrá-los é uma tarefa que deve ser feita com muito cuidado e respeito pois lidar com os elementos é lidar com os seus intervenientes, os elementais. Este tema já foi tratado no IDCMEE, mas sistematizando, apresentamos uma lista dos elementais mais comuns:

• Gnomos: elementais da Terra
• Silfos: elementais do Ar
• Ondinas: elementais da Água
• Salamandras: elementais do Fogo

O IDCMEE já havia tratado desse tópico mas era necessário completá-lo com a indispensável informação sobre as essências e a quintessência.

Quer acrescentar mais alguma informação? Gostaria de enviar um comentário privado? Nos envie para conscienciastral@gmail.com e responderemos o mais brevemente possível. Continue estudando com maturidade e discernimento pois ainda há muito para ser estudado.

Muita luz, paz, amor e lucidez!

Rafael.

____________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

Avisos/ Notificações

O Sopro dos Silfos no Ar...

Namastê!

Algumas vezes o IDCMEE poderá precisar avisar aos leitores sobre ausência, previsão de postagens, ideias novas, entre tantos outros esclarecimentos. Esta sessão será destinada exatamente aos esclarecimentos. O leitor que frequenta o IDCMEE é a fonte de vida deste blogue. Sem ele, nada funciona bem. temos muita consideração por você que está lendo esta mensagem agora.


Avisos/ Notificações:

> Aviso de Ausência e Fraca Colaboração - 10 de Julho de 2009
> Aviso de Participação - 1 de Setembro de 2009

____________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

Notificação (10/07/2009 - 23/07/2009)

Aviso de Ausência e Fraca Colaboração

O IDCMEE ficará aproximadamente duas semanas com uma taxa de postagem extremamente reduzida por motivos de viagem. O administrador do blogue estará viajando durante esse período de tempo, tendo infelizmente pouca disponibilidade para publicar novos textos e conteúdos.

O segundo tópico deste aviso está relacionado com a fraca colaboração dos leitores. Na mensagem de boas-vindas, assim como na maior parte das mensagens, nós lembramos que o IDCMEE é um templo de reflexão aos espíritos e o objetivo é partilhar textos, fornecendo mas também recebendo. Até agora, só um leitor colaborou. O IDCMEE é um espaço de aprendizado, partilha de conhecimentos, sabedoria e experiências. Nos envie o pedido e apropriado neste blogue para conscienciastral@gmail.com e ficaremos muito felizes de receber colaboração e apoio de quem lê o IDCMEE/ TE.

"Uma máquina aos pedaços não funciona. Uma máquina com só uma peça também não funciona. É necessário ter todas as peças trabalhando para que ela produza e exista, viva e ativa."

Participem do blogue. Contribuam. Esse blogue é quase um fórum. Precisamos de suas mensagens, textos e outras colaborações.

Seja criativo. Manifeste o seu espírito, que aqui você é bem-vindo.

Muita luz, paz, amor e lucidez!

Rafael.

NOTA: Aviso válido até dia 23 de Julho de 2009 (Ver título do aviso/ mensagem).

____________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

O Elemento Éter - A Quinta-Essência ou Quintessência

A Luz se Propaga Pela Quintessência...

Entre o Céu e a Terra, realidades ocultas. Entre realidades ocultas, detalhes palpáveis. Entre detalhes palpáveis, nós seres humanos. Entre nós e a luz, no caminho de propagação, éter - a quintessência.



O Elemento Éter - A Quinta-Essência ou Quintessência

Não podemos ignorar a existência do quinto elemento considerado por muitos cientistas como real: o Éter. A existência deste elemento foi postulada por muitos cientistas até o início do século XX e suportava a teoria que defendia em síntese a inexistência do vácuo na Natureza. O Éter era descrito como o quinto elemento que preenchia o espaço vazio pelo qual a luz se propagava, constituindo o meio de propagação da luz. Exatamente, o meio de propagação da luz não seria o vazio, mas o éter, uma substância extrafísica.

Entretanto, a existência do Éter é rejeitada pela maior parte da comunidade científica, mesmo com a descoberta da energia escura que aponta para a possibilidade da existência do éter.

Aristóteles defendia que o mundo é composto por 5 elementos básicos de estruturação da natureza. Ele acreditava nos 4 elementos do planeta (Terra, Água, Ar e Fogo) e ainda em um 5º elemento hipotético - o éter. Esse quinto elemento também era conhecido como a quinta-essência ou quintessência. É o elemento presente no cosmos; o elemento oculto. Éter é um elemento não palpável, possivelmente em um estado energético alterado de uma vibração não compatível com a vibração da energia condensada (matéria).


Resumo/ Detalhes

Ponto cardeal: centro

Hora do dia: além do tempo

Estação do ano: a Roda do Ano

Cores: preto, branco e transparente

Animal: esfinge

Poder: transformar

Instrumento: caldeirão

Rege: imanência, transformação, transcedência, mudança, o vazio, dentro e fora

Sentido: audição

Plantas: visgo

Árvore: amendoeira


A quintessência é um elemento que é aceito apenas por certas linhas de raciocínio. Muitos ainda ignoram a existência dessa essência da natureza que se relaciona com todas as energias. Considerando esse elemento, há 5 elementos e não 4. Há muito para estudar sobre o tema, então vá pesquisar sobre o assunto e leia toda a informaçãom com carinho, maturidade, discernimento e responsabilidade.

Quer acrescentar mais alguma informação? Gostaria de enviar um comentário privado? Então nos envie para conscienciastral@gmail.com e responderemos o mais brevemente possível. Somos o Templo dos Espíritos; estamos abertos para a colaboração. Juntos é que aprendemos! O IDCMEE é uma comunidade espiritual.

Muita luz, paz, amor e lucidez!

Rafael.

____________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Ritual dos Elementos

O Poder dos Quatro Elementos

Namastê!

O poder da natureza está em nós desde que nascemos dela. A luz nasceu da escuridão. Nós nascemos da escuridão do útero e do espírito. Nós somos luz.



O IDCMEE publicou um texto com rituais que nos foi enviado por um colaborador. Agradecemos muito a sua colaboração e esperamos mais atuações positivas da sua parte, assim como esperamos que mais colaboradores se juntem no IDCMEE.

> Ritual/ Rituais:

Elemento Água:

Banho Descarrego: Para a limpeza de energias densificadas.
- Arruda
- Guiné
- Abre caminhos
- Catinga de mulata
- Sal grosso

Fazer em lua minguante, numa segunda-feira, de noite. Ferva as ervas ligeiramente e as coe. Em seguida coloque elas em um balde de três litros. Depois ponha o liquido em dois litros de água, tome o banho normal e se lave com ele (jogando o liquido da cabeça para baixo) e deixe o corpo se secar sozinho.

Banho para afastar obssessores: Para afastar energias negativas ou espiritos com más intenções.

- Jaborandi
- Jurema Branca
- Malva do campo
- Peregum Verde
- Peregum marelo
- Pitangueira
- Sumaré

Fazer na lua minguante, de dia, em uma segunda-feira. Faça o mesmo procedimento do banho anteriormente mencionado.

Elemento Terra:

Para fortalecer a sua aura, vá até um lugar com boa egrégora (boas energias), fique descalço e em posição de pentagrama (braços e pernas abertos), e diga:

- Grande Mãe, a ti eu venho pedir força e energia para restaurar a minha aura e cumprir sagradamente minha missão.

Inspire profundamente e sinta a energia da terra subir pelos seus pés e inundar o seu corpo. Se se sentir meio tonto não se preocupe, é normal. Depois se deite ou caminhe no lugar para demonstar a comunhão com o elemento.

Atrair energia com um pentagrama: O pentagrama virado ao contrário é considerado como 'algo ruim' mas o pentagrama normal é a imagem do homem (a ponta voltada para cima) atraindo energia celeste ou divina. O contrário é o homem puxando energia da terra para o seu ambiente. Mas tome cuidado! Ele irá puxar toda energia que tiver abaixo dele. Se você mora em uma cidade, ele irá puxar o caos, a violencia, entre tantas outras energias provenientes de um ambiente urbano. O melhor seria você praticar esse ritual em uma casa perto da praia ou em um sítio.

Outros meios: Você pode atrair a energia da terra usando roupas marrons ou tendo mais plantas em casa, pois isso criaria um elo com a natureza e atrairia elementais. Outra forma é você pedir a uma árvore. Caso sinta uma resposta positiva abrace-a e sinta a sua energia. Não faça muitas vezes essa prática pois isso pode matar a arvore uma vez que não deixa de ser uma atividade vampírica (não faça isso em uma árvore doente, porque você irá não só retirar a energia restante da árvore, como também absorverá energia da doença).

Elemento Ar:

Para restaurar sua aura com o elemento ar, vá para um lugar com ar limpo. Nem pensar em fazer isso na cidade porque você pode se intoxicar! Quando estiver num lugar propício, fique confortável, pense na cor azul, inspire e expire profundamente e peça aos Silfos para restaurarem a sua energia. Outra forma é acender incensos e brincar com a fumaça deles (é mais divertido!).

Elemento Fogo:

Pegue três velas brancas e passe uma pelo seu corpo dizendo ao mesmo tempo:
- O que está em cima é como o que está em baixo e a divindade está em todas as coisas. Com o seu poder, pelo poder de Djinn, com a ajuda das salamandras, eu retiro toda a negatividade de (alvo do feitiço/ ritual), limpando a sua aura de toda inveja, mau-olhado, entidades negativas e inimigos invisíveis. Com o poder divino que me pertence, eu limpo, eu retiro todo o mal, e as salamandras, sob o comando de Djinn, queimam tudo que não é mais útil, transformando esta energia em outra coisa, para ser usada novamente pela MÃE TERRA. Assim eu digo, assim o é! Assim se faça!

Conforme vai terminando uma vela, quebre ela em três partes e pegue outra. Repita a operação, até que as três velas estejam quebradas em três partes. Enrole tudo em um papel preto e jogue no lixo, dizendo:

- O mal foi quebrado e será reciclado e transformado para o bem do planeta.

Acenda uma vela branca (purificação) ou vermelha (fortalecimento) ou as duas anteriormente referidas, e deixe ela(s) queimar(em) até ao fim.



Observação: Rituais enviados por AndréMM, leitor do IDCMEE e participante do GVA.

Muita luz, paz e amor!

Rafael.

_________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE) Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.


O Elemento Ar - Os Elementais do Ar


Um Sopro, Uma Mensagem...

O vento que percorre os campos da alma, purifica e transforma, traz a mensagem nova. Corre com uma velocidade sutil e rápida rumo ao coração da alma. Aceita, entra, informa. Para os mensageiros do ar nada fica para traz, tudo se anota.

O IDCMEE disponibiliza um novo texto sobre os elementais do ar. Apesar do texto conter muitas informações que devem ser utilizadas com maturidade e responsabilidade, ele não possui toda a informação existente pois isso seria impossível. É um texto de iniciação que introduz o tema e apresenta a informação básica para todos que estudam os elementos e os seus elementais na sua relação com a natureza.

Boa leitura!

O Elemento Ar - Os Elementais do Ar

O ar se espalha não só a nossa volta mas também dentro de nós e permeia os nossos pensamentos, emoções, o nosso espírito e os reinos espirituais. É uma unidade espiritual estrutural importantíssima e que nos acompanha com muita frequência. Este elemento estabelece a relação entre nós e o nosso nível espiritual, nos conectando com a força do vento da alma. Os seres deste elemento são muitas vezes denominados por mensageiros, pois o elemento ar é o canal das comunicações, o canal por onde se estendem as correntes de pensamento de várias pessoas.

O tempo, a limpeza, o transporte são três atividades próprias do ar. Segundo o princípio de causa e efeito, as correntes de comunicação espiritual através de pensamentos e sentimentos (energia) influem atmosfericamente sobre o tempo, sobre o ambiente e em torno dele. Somos carregados de energias que cultivamos ou absorvemos temporariamente e essa energia influencia o nosso campo de pensamento e de comunicação que pode se demonstrar claro ou escuro. Porém, o ar transmite as informações que libertamos, os nossos pensamentos, os nossos sentimentos, os nossos desejos, a nossa atmosfera espiritual. Esta comunicação não possui barreiras dimensionais, sendo possível transmitir mensagens a espíritos de todas as frequências e dimensões. O ar transmite a informação, não importa como esta seja ou esteja.

Os rituais do elemento ar consistem em uma iniciação de fragmentação energética na qual o corpo se divide em nível espiritual, sendo purificado e recomposto novamente. As experiências fora do corpo recebem muita influência dos seres deste elemento. Uma simples meditação permite a purificação pelos elementais do ar. Após um ritual do elemento ar, o seu canal de comunicação interdimensional é expandido e o mundo espiritual fica mais aberto aos seus olhos. É uma característica natural de cada ser estabelecer contato com a sua origem através da influência do ar. O iniciado desmonta pontes, une, não valora nem julga, e junta de novo, conhece a força e o poder dos pensamentos e o silêncio.

O ar pode ser agressivo ou atencioso e calmo. Encontrar os elementos do ar também exige uma clarividência treinada e ativa mas há a certeza de que eles estão no ar que entra em você, em uma brisa e até mesmo em furacões quando acumulam energia pesada e agressiva. Desde o sopro do vento até o furacão, em todas as partes estão presentes os espíritos do ar: os guardiões dos quatro ventos cavalgam na tempestade, as sílfides voam aqui e acolá, os espíritos nas tempestades, as boreas sopram; as fadas do ar elevam os animais do ar e transportam as sementes de um lugar ao outro. Se ocupam do correto intercâmbio da energia e decretam a força divina da união, da renovação, translado e divulgado, assim como do envio de informação.

As características dos elementais do ar são harmoniosas. Eles são delicados e claros e estão dotados de beleza, humildade e sabedoria. São os guardiões da atmosfera terrestre, assim como outras atmosferas. A base da atmosfera que protegem é construída com distintas correntes e conferem à luz suas propriedades específicas. Os deveres, as tarefas destes seres incide em purificar o ar e renovar a energia que nele circula. A circulação energética no ar é fundamental para o intercâmbio de informações, sendo a sua renovação obrigatória para que possibilite a transmissão de novos impulsos. A presença dos impulsos energéticos no ar, bem como dos elementais deste elemento se repercutem nos pequenos animais do ar, libélulas, borboletas, abelhas, assim como em todos os insetos e animais voadores.

Nossa respiração, nossos pulmões, nossos pensamentos e nossos relacionamentos em todos os níveis estão relacionados com os elementais do ar.

Os elementais do ar: Sílfides ou Silfos e Elfos.

A organização das entidades do elemento ar é semelhante à organização das entidades do elemento fogo. Exatamente! Eles estão organizados em um reino específico.

Ordem do Reino do Ar

Guardiões: Thor e Aries. Thor era o deus germânico do trovão, da tormenta e da fertilidade e

Áries seu anexo divino. Protegem e guiam o Elemento Ar.

Superiores: Sílfides; soberano das sílfides: Paralda; símbolo: borboleta/águia.

Primero nível de desenvolvimento: Forma do Elemento ar, Vila (espírito da tormenta eslavo).

Segundo nível de desenvolvimento: Fadas, sílfides, reis, rainhas dos elfos.

Terceiro nível de desenvolvimento: Superior de fadas, superior das sílfides, guardião dos poderosos quatro ventos, mãe do vento, noivas do vento.

Nível cósmico: Devas, todos os arcanjos e seres angelicais poderosos que se ocupam do Elemento ar nos cosmos; o arcanjo Miguel é o protetor do ar, das musas, das forças de inspiração, da arte e da beleza.

Deuses e Deusas: Feng-Po (Deus do vento chinês) Feng Po-Po (Deusa chinesa do vento que cavalga sobre as nuvens no lombo de um tigre), Odin (Deus germânico do céu e criador), Brahma (Deus hindu da criação do céu e da terra), Lilith (rainha alada hebréia do ar) entre tantos outros.

Resumo/ Detalhes

A energia irradiada pelo elemento ar auxilia e reforça o desenvolvimento da inteligência, do lado racional, da memória e da capacidade de comunicação verbal e corporal por seus elementais serem mensageiros da natureza.

O Ar caracteriza a energia da primavera por ser a época em que as plastas retiram do solo os nutrientes necessários para o seu novo crescimento. Este elemento personifica o nascimento e a chegada de algo novo, denominado por uma mensagem. Deste modo, o seu horário é a manhã, momento em que absorvemos as primeiras energias do Sol nascente e a sua energia está ligada ao Leste e ao calor. A energia deste elemento está presente no primeiro estágio da Lua, crescente, e sua cor é a amarela, a cor do Sol.

Ponto cardeal: leste
Hora do dia: amanhecer
Estação do ano: primavera
Incenso: olíbano
Signos do zodíaco: gêmeos, libra e aquário
Cores: pálidas e translúcidas, cores pastéis, branco, violeta, amarelo
Animais: águias e todos os pássaros de modo geral
Poder: saber
Instrumentos: athame e espada
Rege: a mente, nossa respiração, o vento, os trabalhos psíquicos, intuitivos e mentais, o conhecimento, a aprendizagem, teorias, planícies, picos de altas montanhas
Sentido: olfato
Plantas: amor-perfeito, verbena, violeta, mirra, olíbano
Árvore:
choupo-branco

Após esclarecer um pouco o assunto sobre o elemento Ar e os elementais do Ar, finalizamos a introdução e o estudo básico sobre os quatro elementos e os seus elementais. Entretanto, ainda há muito para estudar sobre o assunto, pois o IDCMEE disponibilizou apenas textos de iniciação para aqueles que estudam o assunto e as informações devem ser utilizadas com maturidade e responsabilidade. Brevemente publicaremos mais textos nessa categoria, assim como rituais. No momento estamos definindo qual será o próximo tópico a ser tratado na categoria Ocultismo/ Bruxaria. Fique atento.

Lembre que o IDCMEE é um templo dos espíritos, e esperamos a sua participação.

Quer acrescentar alguma informação? Tem alguma sugestão ou ritual? Então envie para conscienciastral@gmail.com e nós responderemos o mais brevemente possível, publicando a informação após ter sido lida e aprovada. Textos exagerados, sem contexto e inapropriados para o blogue, serão ignorados.

O resumo foi escrito com base de pesquisa no site bruxaria.net.

Brevemente, publicaremos um texto sobre os elementais do fogo.

Muita luz, paz e lucidez!

Rafael.

_________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE) Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

terça-feira, 7 de julho de 2009

O Elemento Fogo - Os Elementais do Fogo

Queima em Cinzas, Em Cinzas Nasce...

Namastê!

O velho já passou e não retorna. Virou uma poesia ou uma ilusão na memória. Aquilo que existira em algum tempo virou cinzas. E das cinzas nasceu uma nova história. O fogo queima o velho permitindo a transformação da realidade e a mudança drástica.

O IDCMEE disponibiliza mais um texto sobre os elementais e os elementos, e desta vez explora o elemento fogo. Não é possível falarmos sobre o elemento fogo com todos os detalhes, pois é um assunto muito profundo. Apresentamos apenas um texto de iniciação e com informações básicas para aqueles que se interessam pelos elementos, pelos seus intervenientes e pelos elementos estruturais da natureza.


O Elemento Fogo - Os Elementais do Fogo

O fogo é um elemento da natureza que contribui para a estrutura de uma energia de grande intensidade e força. Os seres deste elemento são guardiões de uma energia intensa e indestrutível da qual nasce o amor intenso, a união, a iluminação, o êxtase, a alegria profunda; ou quando a energia é agressiva, ela cria violência, ira e vingança. Este elemento é como uma brasa, é como um fogo queimando a pele: causa dor para aquele que não vibra com ele. Ele queima em nossos corações e em nossa alma, nos permitindo amar, sorrir e viver com fortes emoções e sentimentos. Anteriormente, publicamos um texto sobre o elemento água que nos informa a ligação entre os sentimentos humanos e os elementais aquáticos. O fogo intensifica os sentimentos que nascem na água, nos curso espirituais e energéticos dela.

Os elementais do fogo procedem da região mais interna e quente da Terra e do cinturão de elétrons que rodeia o Sol. Aliás, no Sol eles são abundantes e nos fornecem o calor da vida. Sem eles, não haveria vida na Terra como a conhecemos. Porém, eles não são os únicos responsáveis por ela; todos os elementos são unidades espirituais estruturais que atuam no sentido de promover a vida na Terra através da natureza.

Nós somos parte da energia do fogo e ele é parte de nós. Não é uma informação que precisamos repetir, pois todos os elementos nos constituem assim como nós os constituímos. As características dos seres do fogo são semelhantes, sendo eles poderosos, dinâmicos, luminosos, brilhantes e chamejantes. Desempenham um papel muito importante nas esferas interiores nas quais as correntes vitais se mantêm em meio de suas encarnações. Todos eles preservam um estado de movimento constante e comandam transformações contínuas. A inteligência que os elementais do fogo demonstram baseia-se na consciência da liberdade e de independência. A apresentação deles é descrita como formas angulosas ou dentadas em movimento veloz. Entretanto, não possuem uma só forma, mas várias que ocorrem através de transformações, podendo assumir formas femininas ou masculinas. Qualquer energia e até mesmo onde há chama ou fogo que brilha, nas faíscas, podemos encontrar estes seres. Mas só são visíveis para quem possui uma excelente clarividência e intimidade com os mesmos. Para criar a intimidade necessária, existe um conjunto de rituais (partilhe conosco aqueles que você conhece!).

A união com os elementais do fogo e a sintonia com a energia deles mediante a disciplina e ao controle sobre nós mesmos, provoca uma intervenção deles em nós. Esta intervenção lhes permitem nos lançar cada vez mais alto e fluir através de nosso corpo até nos unirmos com a luz do Éter (O quinto elemento). O que alcançamos depois da união e intervenção do elemento fogo se denomina Iluminação, união mística, entre outras nomenclaturas. De acordo com esse estado, uma parte da energia do ser humano deve inclinar-se, sacrificar-se frente à luz superior, para que as forças da luz superior se purifiquem e se façam realidade.

Os Elementais do fogo: As Salamandras, Dragões, Flamines.

Entidades deste elemento estão organizadas em um reino específico: o Reino do Fogo.

Ordem do Reino do Fogo

Guardiões: Hélios e Vesta;
Superiores: Salamandra;
Amo: Djinn
Primeiro nível de desenvolvimento: Forma do fogo; elementais do fogo no animal e no homem; pontos de fogo; conjunto de demônios; alba negra; druidas;
Segundo nível de desenvolvimento: Salamandra, dragões, flamines (pequenos seres de fogo);
Terceiro nível de desenvolvimento: Musas, seres solares.
Nível cósmico: Anjos à serviço de Cristo (por exemplo os arcanjos Uriel e Miguel), anjos da esfera solar e de Marte (por exemplo Samuel e Anael).
Deuses e Deusas: Kali (Deusa indiana da destruição), De Derga (Deus vermelho celta), Agni (Deusa hindu do fogo e guardiã dos seres humanos), Rá (Deus do sol egípcio), Brigid (Deusa celta portadora da luz), Surya (Deus do sol hindu), Tu Njami (Mãe siberiana do fogo), Apolo (Deus do sol grego) e outros.

Resumo/ Detalhes

A energia que o fogo irradia possui uma vibração intensa capaz de proporcionar mais entusiasmo e otimismo para pôr em prática objetivos, projetos e ideias, permitindo o crescimento da criatividade e do bom humor.

A estação do ano na qual o fogo traz as suas energias é o verão e o horário de pico da manifetação energética do sol é ao meio-dia pois é o momento em que a Natureza está mais ativa e expressiva. O fogo se espalha por todas as direções assim como um incêndio. O elemento Fogo está relacionado à lua cheia - momento em que a lua está mais brilhante. A cor deste elemento é o branco por ser a cor do céu no auge da sua manifestação.

Ponto cardeal:
sul
Hora do dia:
meio-dia
Estação do ano: verão
Incenso:
olíbano
Signos do zodíaco:
áries, leão e sagitário
Cores:
vermelho, dourado, laranja, amarelo gema
Animais:
dragões, leões, cavalos, cobras
Poder:
vontade
Instrumento:
bastão
Rege:
o espírito, a energia, calor, sangue, chama, sol, desertos, vida, seiva, vontade, cura e destruição, fogueiras, purificação, velas, vulcões, erupções, explosões
Sentido:
visão
Plantas:
alho, urtiga, cebola, pimenta
Árvore:
amendoeira, carvalho, todas as madeiras no geral

O conteúdo do elemento fogo e dos seus seres é muito rico e vasto. Há muito para ser estudado sobre o assunto. O IDCMEE disponibiliza textos simples de esclarecimento e iniciação. Estamos abertos para contribuições.

Alguma informação para acrescentar? Algum ritual do elemento fogo? Nos envie para conscienciastral@gmail.com e publicaremos após a leitura e a aprovação. Textos fora do contexto e sem conteúdo apropriado ao IDCMEE, serão ignorados.

Brevemente publicaremos o texto sobre os elementais do ar e então finalizaremos a introdução e explicação básica sobre os elementais.

O resumo foi escrito com base de pesquisa no site bruxaria.net.
Brevemente, publicaremos um texto sobre os elementais do Ar.

Muita luz, paz e lucidez!

Rafael.
_________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE) Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.


Seja um membro registrado do IDCMEE!

Namastê!

Quer participar da Comunidade Consciência Astral/ IDCMEE/ TE em tempo real?

Registre-se na nossa comunidade!

Faça parte do Templo dos Espíritos!

Saiba mais sobre ser um membro registrado.

Novidades no Email!

Namastê caros leitores!

Se estiverem interessados em receber um email avisando sobre as atualizações do IDCMEE (novos textos, mensagens, informações, categorias, etc), por favor envie um email para conscienciastral@gmail.com e passará a receber as novidades diretamente na sua caixa de entrada.

Torne-se um colaborador/ colunista fixo do IDCMEE! Saiba mais clicando aqui!

Obrigado pela sua atenção.

IDCMEE.