Informação!

Observe ao lado direito, abaixo da área do membro, as categorias em que os textos estão organizados.

A Área do Membro pode ser observada ao lado direito, abaixo da caixa de pesquisa. Utilize livremente.

Abaixo dessa mensagem de informação, poderá ler os textos.

Torne-se um colaborador/ colunista fixo do IDCMEE! Saiba mais clicando aqui!

Não esqueça de visitar a Comunidade Consciência Astral/ IDCMEE/ TE, um espaço de convívio espiritual interativo.

Registre-se na nossa comunidade! Faça parte do Templo dos Espíritos!

Saiba mais sobre ser um membro registrado.

Obrigado pela sua atenção.

IDCMEE.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Os 4 Elementos e Os Elementais - As Essências (Complemento)

O Equilíbrio e a Personificação da Natureza...

Namastê!

Mais um texto sobre os elementos existentes na Natureza está sendo disponibilizado para todos que lêem esse blogue - mesmo que não sejam pesquisadores ou praticantes do ocultismo. O IDCMEE disponibiliza os textos e vocês os pedem. Por isso, se desejam um texto sobre um asunto específico, peçam e colaborem. Leia o texto que se segue com muita atenção pois ele é muito importante e básico para o aprendizado do ocultismo.


Os 4 Elementos (Complemento)

A Natureza é o resultado de uma química que ocorre na interação entre os elementos estruturais básicos que a forma. Encarem a Natureza como uma poção. Ela é constituída por elementos que estão sempre presentes e são fundamentais para o funcionamento equilibrado e real.

Se ignorarmos o mundo material, tudo que veremos será uma egrégora energética com infinitas vibrações, sentimentos, pensamentos e desejos. A essência da existência e da Natureza é uma energia pura e complexa que percorre os espíritos. Essa energia é quente, é fria, é pesada, é leve, ela é o Todo. Através da condensação e do movimento, essa essência pode se manifestar através de corpos materiais, podendo mostrar os seus conteúdos (o frio, a raiva, o amor, o calor). A menifestação dessa energia deixa também rastros energéticos e permite a mudança através da renovação e do movimento.

É importante destacar que o energy status da energia primordial não revela apenas o existente mas também o inexistente. Analisando um caso concreto, sabemos que o frio não existe; ele é apenas a consequência da ausência de calor. Outro exemplo é o escuro; ele não existe, mas representa a falta de luz. A observação destes casos concretos nos permite concluir que sendo a energia primordial a existência e inexistência sem meios densos de expressão para se manifestarem (considerando que o mundo material ainda não se formara), a inexistência extrafísica resulta da ausência de um corpo extrafísico existente. Retomando os exemplos expostos, o frio em uma dimensão física resulta de uma energy negativa à energia que se manifesta sob a forma de calor. O escuro resulta de uma parte da energia primordial que se manifesta pela ausência da sua energia negativa.

A Natureza física é a manifestação da essência da energia personificada. Quando vemos uma rosa vermelha, podemos saber que a sua cor é a manifestação da essência imaterial de uma energia pertencente à energia primordial. A essência energética é designada por energy status por ser o estado da energia manifestada.

"Estou confuso. Do que se trata exatamente a essência?"

Resposta: A essência é o padrão de energia que um corpo personifica.

Um modo mais simples de explicar é dizer que a essência da energia primordial é o código genético das realidades energéticas quer estejam em um estado denso ou em um estado mais sutil. Um programa informático não é apenas os gráficos que apresentam. Os gráficos e funções que um programa informático possui resulta de um conjunto de códigos, letras, símbolos e números.


A essência é a programação das realidades e dimensões. Os portais dimensionais surgem através do movimento dos códigos dessa programação que rasga a realidade possibilitando a conexão entre dimensões. De uma forma simples, podemos dizer que tudo é energia. É incrível, mas não existe grande diferença entre preto e branco, só a essência (energy status) pois eles são energia. A distinção existe pela lei universal da dualidade ("Uma moeda não possui só um lado"), pela diferença da natureza energética, da essência. O Universo precisa seguir leis de lógica para funcionar e a lei da dualidade deve ser respeitada, pelo que se tudo é igual (por ser energia primordial), tudo deve ser diferente (pelas diferentes essências que existem). Só assim encontramos o equilíbrio e só pelo equilíbrio a existência eterna espiritual é possível: "Nada se destrói, tudo se transforma."

As quatro manifestações físicas/ materiais estruturais da energia primordial são os quatro elementos que constituem todo o mundo material. Os 4 elementos principais são: terra, fogo, ar e água. O próprio corpo humano tem, em si, todos os elementos: terra (nossos ossos), água (sangue), ar (que respiramos) e fogo (nossa energia). Devemos aprender como mantê-los em harmonia. O caminho que nos conecta com tudo e todos intimamente é o do meio, o equilíbrio. Apesar dos quatro elementos parecerem simples, eles são bem complexos. Devemos saber trabalhar com todos.

O IDCMEE já publicou textos sobre cada elemento e os seus elementais. A quintessência, o éter, é o quinto elemento, a quinta essência básica que estrutura a Natureza na qual vivemos no mundo físico/ material. O quinto elemento só pode ser acessado através do equilíbrio das quatro essências principais - "O equilíbrio é a chave, nós somos o trinco."

A quintessência só será alcançada quando todos os outros elementos estiverem em equilíbrio.

O equilíbrio nos é mostrado pela Natureza há muito tempo. Vemos o nascer, o crescer e o morrer e todos os seres vivos interagindo com o ambiente onde vivem tecendo uma verdadeira teia que nos engloba todos. Com o passar das gerações, a humanidade foi se afastando cada vez mais da vida natural e se aglomerando em cidades de concreto, o que fez os humanos se desligarem quase completamente da Natureza. Os elementos são maravilhosamente simples, mas incrivelmente complexos.

Os Elementais

Trabalhar com os elementos e equilibrá-los é uma tarefa que deve ser feita com muito cuidado e respeito pois lidar com os elementos é lidar com os seus intervenientes, os elementais. Este tema já foi tratado no IDCMEE, mas sistematizando, apresentamos uma lista dos elementais mais comuns:

• Gnomos: elementais da Terra
• Silfos: elementais do Ar
• Ondinas: elementais da Água
• Salamandras: elementais do Fogo

O IDCMEE já havia tratado desse tópico mas era necessário completá-lo com a indispensável informação sobre as essências e a quintessência.

Quer acrescentar mais alguma informação? Gostaria de enviar um comentário privado? Nos envie para conscienciastral@gmail.com e responderemos o mais brevemente possível. Continue estudando com maturidade e discernimento pois ainda há muito para ser estudado.

Muita luz, paz, amor e lucidez!

Rafael.

____________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)

Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja um membro registrado do IDCMEE!

Namastê!

Quer participar da Comunidade Consciência Astral/ IDCMEE/ TE em tempo real?

Registre-se na nossa comunidade!

Faça parte do Templo dos Espíritos!

Saiba mais sobre ser um membro registrado.

Novidades no Email!

Namastê caros leitores!

Se estiverem interessados em receber um email avisando sobre as atualizações do IDCMEE (novos textos, mensagens, informações, categorias, etc), por favor envie um email para conscienciastral@gmail.com e passará a receber as novidades diretamente na sua caixa de entrada.

Torne-se um colaborador/ colunista fixo do IDCMEE! Saiba mais clicando aqui!

Obrigado pela sua atenção.

IDCMEE.