Informação!

Observe ao lado direito, abaixo da área do membro, as categorias em que os textos estão organizados.

A Área do Membro pode ser observada ao lado direito, abaixo da caixa de pesquisa. Utilize livremente.

Abaixo dessa mensagem de informação, poderá ler os textos.

Torne-se um colaborador/ colunista fixo do IDCMEE! Saiba mais clicando aqui!

Não esqueça de visitar a Comunidade Consciência Astral/ IDCMEE/ TE, um espaço de convívio espiritual interativo.

Registre-se na nossa comunidade! Faça parte do Templo dos Espíritos!

Saiba mais sobre ser um membro registrado.

Obrigado pela sua atenção.

IDCMEE.

domingo, 16 de agosto de 2009

Awakening - O Despertar

Escuridão em Mente, O Despertar da Consciência...

Namastê
!


O IDCMEE publicará um texto sobre o Awakening. Alguns devem se perguntar do que se trata exatamente esse termo. É um conceito utilizado pelos vampiros reais, pessoas encarnadas que afirmam ser vampiros e parte deles são mesmo. Não vampiros de ficção... os reais!




Awakening - O Despertar

O Awakening (em português "O Despertar" ou "O Acordar") é um momento de direcionamento da consciência para uma falta de produção energética. Sem muita complicação, os vampiros reais afirmam passar pelo despertar da consciência para uma necessidade de drenar energia de diferentes formas, quer sejam de pessoas ou de elementos naturais como o Sol. O Awakening é a conscientização da existência de necessidade energética ectoplásmica ou bioplásmica que um vampiro precisa para manter-se equilibrado e lúcido.

O Awakening é o despertar da consciência para uma necessidade nova de energia. A fraqueza, a depressão, a agressividade são alguns dos sintomas dos vampiros recém-acordados. Assim nascem os vampiros em corpos físicos e que poderão se tornar vampiros no astral quando dormem e depois que morrerem. Poderosas ferramentas para os senhores da escuridão. Quando alguém desperta como vampiro, percebe as suas percepções espirituais mais aguçadas devido ao apoio interessado de certas entidades vampirizadoras. Ou ainda pode ser um despertar espiritual que é convertido em vampirismo. É uma grande experiência. mas sempre de decadência.

Contudo, não pensem em pele pálida, coração parado, dentes afiados saindo, nada disso. Apenas um controle emocional e mental incríveis.; grande capacidade táctica em drenagem energética. Expansão dos horizontes da consciência. Mas nem sempre essa expansão pode ser aproveitada ao máximo se focar a prática pura do vampirismo, seja qual for a sua natureza/ espécie.

Então surge uma nova questão, ainda mais complexa: o que é o vampirismo e até onde é tão verdadeiro?

O vampirismo é uma deficiência energética de origem hipnótica, obsessiva, fanática ou induzida.

Seja qual for a origem, ainda é possível classificar o vampirismo em dois tipos distintos: o vampirismo pós-obsessivo e o vampirismo obsessivo. Algumas pessoas (espíritos) tornam-se vampiros após uma obsessão complexa devido a enorme quantidade de energia drenada. Eles ficam com sede de energia e saciam ela através da prática do vampirismo. Porém, há pessoas que tornam-se vampiros durante o processo obsessivo. Uma repercussão que ocorre enquanto a obsesão ainda está em andamento ou ainda está no começo.

Os vampiros encarnados são pessoas que precisam drenar a energia para manter o nível básico de energia
ectoplásmica e bioplásmica do corpo espiritual. O vampirismo só é verdadeiro se houver roubo energético por necessidade insaciável. Porém, as espécies de vampiros que se formam dependem da origem.

Origem Hipnótica: os magos negros ou senhores da escuridão se dirigem
diretamente a encarnados com perturbações, fraca formação espiritual e religiosos de mente fechada e até preconceituosa em relação a outras doutrinas, utilizando o seu enorme poder mental e magnetismo para ter o controle hipnótico sob o espírito. Assim, eles conseguem levar os encarnados hipnotizados a drenar energia de outros seres vivos em prol do abastecimento de ectoplasma tão precioso para as experiências dos magos negros nas região inferiores do umbral através da ideoplastia e da criação de ideias e padrões de pensamento. Os vampiros hipnóticos servem como ladrões energéticos de ectoplasma. Após a drenagem, os magos negros ou os seus escravos (sombras, obsessores, etc) drenam toda a energia que o vampiro encarnado roubou durante a sua atividade. O pior é que o ser encarnado afunda-se em seu lado sombrio e não percebe nem sequer que está sendo controlado por um assediador mais inteligente. Os magos podem assumir formas como a de Jesus ou a de um Anjo, para dominar a mente do obsediado. Ou até mesmo criar ambientes, imagens, através da ideoplastia e da densificação mental de ideias.

Origem Obsessiva: os obsessores, espíritos em sofrimento e decadência, buscam as fraquezas dos encarnados para os escravizar como ladrões e doadores energéticos. Assim, eles exploram os vícios e a ignorância dos encarnados para drenar a energia que eles possuem. Muitos encarnados são guiados para roubar a energia de outras pessoas para reabastecerem a energia do seu corpo espiritual que é constantemente roubada pelo obsessor. É quase uma cópia dos vampiros dos magos negros, mas a diferença é que o obsessor normalmente é controlado pelos magos negros sem saber.

Origem Fanática: esse é muito comum. Os livros, séries, filmes, teatro de vampiros fascinam milhares de pessoas que dentro da sua parte insana da mente querem acreditar na sua existência. E ainda pior, querem se tornar vampiros. Diante do desejo, essas pessoas plasmam vidas artificiais, pragas espirituais que se acoplam em suas auras e drenam a energia do corpo espiritual. A pessoa acaba se tornando vítima de si mesma. A fraqueza energética as conduz a atividade vampírica dentro e fora do corpo físico. Tornam-se vampiros que possuem deficiência energética devido as suas próprias criações mentais (pragas como morcegos, baratas, formigas, aranhas astrais)
e conforme drenam energia dos outros, alimentam essas criações mentais e criam matéria astral tóxica. O seu corpo espiritual se degrada e a concentração de toxinas em seu corpo astral aumenta. O fanatismo pode ser uma arma perigosa. Vampiros que nascem em si mesmos.

Origem Induzida: em poucas linhas explica-se o processo. Essa origem inclui processos de escravização de espíritos encarnados por diferentes entidades. Semelhante aos processos anteriormente referidas, mas com o processo de controle mental e emocional garantido.
Os vampiros encarnados são muito úteis para entidades como obsessores, feiticeiros e magos negros. Uma vez que o processo é iniciado, a vítima fica presa em um ciclo, o Ciclo Vampírico. Os encarnados drenam energias de outro encarnado por instinto e depois perdem essa energia para os obsessores, feiticeiros e magos negros. Então, ele sente a fome por energia novamente e mais uma vez drena energias. Mais tarde, os obsessores, feiticeiros ou magos negros retornam para roubar toda a energia drenada pelo coitado do encarnado. Uma exploração e escravidão.

Independente
da origem, os vampiros escolhem uma forma de alimentação energética. A escolha é baseada no perfil do obsessor e no perfil do próprio espírito vampírico formado. Então surgem os vampiros sanguinários (obtenção de energia do sangue das pessoas que possui ectoplasma, energia vital), os vampiros psíquicos (obtenção de energia através da drenagem pelos pensamentos, necessita de muita concentração), os vampiros emocionais (obtenção de energia provocando e explorando emoções inferiores nas pessoas), vampiros sexuais (obtenção de energia através do sexo, do chackra sexual mal trabalhado/ mal cuidado e com muita energia densa acumulada), entre outros. Ainda existe uma espécie de vampiro mais perigosa: os híbridos.

Os vampiros híbridos drenam energia por mais de um meio. Por exemplo, um vampiro híbrido que drena energia pelo sangue e pelas emoções, ou um vampiro híbrido que drena energia do sangue e do sexo.


Existe uma outra espécie de vampiros: os
elementais. O vampirismo elemental não é tão prejudicial se for praticado com amor e maturidade. Consiste em drenar energia de forma saudável das plantas, árvores, pedras, água. A energia obtida é bioplásmica. Raramente os magos negros se envolvem nesse vampirismo por não terem tanto interesse em energia bioplásmica como têm em energia ectoplásmica. Se os magos negros estiverem envolvidos, o processo de drenagem energética ocorre de forma bruta e violenta, levando até a escravização de seres elementais, assim como o controle mental e emocional.

Continua...


Brevemente publicaremos um texto sobre o Turning/ transformação. Será apenas fictício? Ou poderá ocorrer? Se ocorre, como? Algumas perguntas que são debatidas seriamente até mesmo entre comunidades de vampiros reais.

Pode comentar e acrescentar informações sobre o tema na Comunidade Consciência Astral/ IDCMEE/ TE ou então nos deixe um comentário curto aqui mesmo.

Se quiser contribuir para o
IDCMEE com textos, poemas, mensagens espirituais, nos envie um email para conscienciastral@gmail.com e aguarde contato.

Quer receber nosso boletim de
atualização? Envie um email notificando o seu desejo.

Quer ser membro
IDCMEE? Registre-se já!

Muita luz, paz e lucidez!

Rafael.

_________________________

Instituto de Desenvolvimento Conscienciológico e Manifestação Espiritual Expressiva (IDCMEE)
Templo dos Espíritos (TE) - Consciência Astral.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja um membro registrado do IDCMEE!

Namastê!

Quer participar da Comunidade Consciência Astral/ IDCMEE/ TE em tempo real?

Registre-se na nossa comunidade!

Faça parte do Templo dos Espíritos!

Saiba mais sobre ser um membro registrado.

Novidades no Email!

Namastê caros leitores!

Se estiverem interessados em receber um email avisando sobre as atualizações do IDCMEE (novos textos, mensagens, informações, categorias, etc), por favor envie um email para conscienciastral@gmail.com e passará a receber as novidades diretamente na sua caixa de entrada.

Torne-se um colaborador/ colunista fixo do IDCMEE! Saiba mais clicando aqui!

Obrigado pela sua atenção.

IDCMEE.